CÂNTICO  DA  LIBERDADE

Canta, irmão
canta meu irmão
que a Liberdade é hino
e o Homem a certeza.

Com dignidade, enterra a
semente no pó da ilha nua:
No despenhadeiro da vida
a esperança e do tamanho
do mar que nos abraça.


Sentinela de mares e ventos
perseverante
entre estrelas e o Atlântico
entoa o cântico da Liberdade

Canta, irmão
canta, meu irmão
que a Liberdade é hino
e o Homem a certeza.

                                             V O L T A R