PRAIA DE BOTE – PRIMER ESCOLA DE VIDA D’ILHA DE MONTE CARA

Sempre c’sê areia cinzente ta dexi pa mar, trás de sê Murallha fete de caripi, situode na embocadura principal de bacia vulcâneca de cidade de Mindelo na linha directa de Baía de Porte Grande, dês que Soncente ê Soncente, ela ta lá moda quês mnina bnita sempre desejada apesar de ter side mute massacrada nês últme tempe. Ela é, nha Praia de Bote, nôs Praia de Bote, irmã gema d’antigues Cais d’Alfândega, Cais Nacional, Cais Numbre Um, Plurim de Pexe, Cais de Shell ma Caizim que na data d’ahoje já ca t’existi e, Captania de Porte ta dominá tude quel situaçon...


Prima direite de rua da Praia, rua de Travessa da Praia, rua de Plurim de Pexe e Matador, rua de Matijim, rua de SáBandera, rua Da Luz, Moeda ma rua de Talione tê cambá Praça Estrela, rua de Morguin ma Craca rua de campion de vluntor.

Basta,“fuck you” era daquês primer palavra n’iglês que tude mnine tava prendê na lugar, siguide daquel I say!!!... Que nô tava usá más na jogue de cricket ma rudiada pau (parcide c’baseball ma c’mon nu sem taca) “Fuck you” era um palavra de força na nhas oie de mnine, ma também el custo’m core primer vêz qu’um dzel, quê foi log um palmada na boca... ma m’dzel!

Praia de Bote, moda tude conte de Soncente que marcá passája de nôs infância e mesme de nôs adolescença, tem de ter um lugarzim bem especial na funde de coraçon de tude mnine de Soncente, pamode el que representá pa tcheu de nôs um ponte de partida de nôs sobrevivença ondê que nôs pai tava rancá tude dia ô tude hora, seja de dia ô d’note ta bai bescá vida na mei de Baía, sô pa ca faltone c’aquel panela na lume de tude dia na casa.

Moda um Pole d’atraçon, naquel tempe de carvon em que ca tava faltá carvoer pa descarregá carvon e, vapor de tude espece na Baía de Porte Grande, tinha Cais de Nacional de Cumpainha Inglês, que na época tava dá quel nota d’arranque de tude quel movimente de Porte Grande que sê “SINE” lá na olte de sê armaçon, repicode pa Nhô Momôque, um badalada vapor de Norte dôs badalada vapor de Sul.

Enton, era tude quel pessoal musclose de tronc nu e peite aberte ta desabá c’aquel material de bote na ombre ma na mon, binde de tude quês rua irmã ondê quês tava custumá gordá sês reme, cróc, forqueta, corda e tude otes cosa que tava sirvi pa cumpanhá quel movimente de betá bote na mar pa siguiba pa lorgue ba fazê quel negoce (troca, venda e compra) na borde.

 

Praia de Bote na época era um verdader escola de vida, escola de merguiador (dera), remador (dera), brigador(dera)etc...Lá mesme ta tinha tude quel pessoal que tava sustentá trabaiador c’aquês prote de catchupa c’cavala moda Tudinha de Pole Tata, Nininha d’Adão na rua de Matijim e tude quês ote Bar ma Butequim de tude quês rua más perte, ondê que também movimente ca tava pará dia e note que tocatina ma voz de cantor moda Lela Maninha e más otes.

Na Praia de Bote de derriba, trás de Murallha perte d’antigue cais Numbre Um, deboxe casa de Vôvô Bia Mascarenhas, tinha um pé de Tumbarina, ondê que Antonha de Bala, ma Nha Jona Tchuca tava custumá vendê quel catchupa c’cavala cusenhode na carvon Nhô Casse (New Castel) la mesme, pa dôs e quinhente pratim, cumpanhode c’um cinque toston de grogue ô enton um caneca d’ága fresque de Vascona ô Maderal um toston cada.

Vôvô Bia Mascarenhas

 

Perte de Captania ma Plurim de Pexe na época, era lugar de betá rede na mar quaz tude dia plumnhã cede, pa rudiá cavala ma bnite, pexe que tava entrá sem merrinha na área de Praia de Bote, panhode daquel hora frisquin inda ta saltá.

Lá mesme tinha quês pescador, home’s de sês agulha de fazê e cmodá rede verdader’s artista moda Nhô Tomás, Ti Boda, Virgilio de Mindlense, Dmingue de Nh’Ijzê de Bronc, Dade etc.

Fazedor de corda pa rede de pesca ma marrá bote, tinha Nai, Jon Pampin qu’era buldonhe quê el tava da na tude cosa, tonte pa fazê corda, cmodá rede, carpintaja de bote, tê mecaneque de corre sel tava comprendê.

Pa fazê bote, la na Praia de Bote tinha Nhô Simão,Djunga, Jon Panpim,Libane ma sê pai Nhô Palin.

Tude ês operaçon era fete tude la na Praia de Bote sob orda de Captania de Porte bem sincronizode.Cosa que tava ijdá pove tcheu, quê bote era fete la mesme, depôs tava espiode sel n’era vansera (sel era fete equilibrode mode el ca ruvraba rapte)enton, tava incharcode el fundeode na mar tê más de metade durante uns dia, pa depôs el podia ser mitide estopa e fecá pronte, pa betá na mar e navêgá.

Tude ês piquene cosinha tinha mute importâncai naquel mei de pesca ma negoca de Baía, cada um c’sê astucia p’amdjor pudesse vencê na vida. Familia ma amigues tude tava colaborá na inovaçon e criatividade artesanal, Antonha de Bala la mesme ta fazê catchupa, tava bai ta fazê sês bulsinha ma conta de colar de semintinha pa vendê e pô tiracol ma na pescoce, cosa que também Teodora de Toi Berona, Tia Nizinha Bandera e otes, tava fazê pa vendê na borde.

Assim cma quês fazedor de tubaron, passarim ma navizim de tchife de vaca, moda Djoca de Nha Cristina, Vicente de Nhô Manê Pcente, Nai, Lorence, Brinha, Ninclau, Djê e más otes que ca ti ta be’m n’ideia grinhassim.

E tude gente tava colaborá pa ranjá quel truquim, cada um que sê ideia, quês tava pô em prática e trazê pa placa giratória de Praia de Bote, sempre na esperança dês levá sês traboi pa vendê na borde.

De note, sempre qu’um bom negoce tava fisgá na borde e que possiblidade tava parcê, ta tinha quel passar de contrabonde na cabeça d’amdjer de Praia de Bote pa quês casa mas perte que tava fecá na gete... E tude gente tava cmê “doble good” daquel contrabonde quonde cosa tava corrê sem chatice.Quê as vez guarda d’Alfândega também ta tchegá de fisgá uns.

Praia de Bote Escola de Vida sim, quê lá ê que tude gente dês de piqnim tava prendê nadá, remá, dá peitada na ága, trá liza na mar, prendê brigá “man to man” leal num quem pudesse a más ma sô a soc c’mon fetchode.

Tude dia era dia Dmingue naquel tempe, quê sempre que nô tava podê, hora que pliça de Captania tava bai almoçá, tude gente tava bai tra quel liza na cais Numbre Um, naquel marzinha limpim.

Ma dia Dmingue, quonde ca tava bode pa Step na Matiota, ta tinha um tolerança e enton, tude gente mnine que gente grande tava bai em grupe passá dia la na Praia de Bote, ta ijgá “batalha naval” de naviu fete d’areia c’um certa destança pa cada um fazeba pontaria que pedra. Tinha tê que tava bai fazê atletisme ma ginateca la na Praia de Bote moda Natal de Nhô Matijim que foi grande atleta verdione que brilhaba na Lisboa.El tava custumá saltá vara lá na Praia... E el tava sebi olte pa esponte e admiraçon de nôs tude.

Fim dum dia de traboie de mei de Baía, era um bleza oiá quel rastar de bote depôs tude linhode, dês da la derriba tê li deboxe de vez inquante sempre cum pirraçinha ô ote pa contá, moda quel vêz q’Alexandrino Carvalho mandaba pintá bote de Jon Pope Sêc , cosa que dá Tribunal em que tive más de 30 tistemunha, ma réu, fecá absolvide.

Hoje de passaja pa bô nha Praia de Bote, moda um mnine orfe, sô ta fecá ta zeni’m n’uvide chei de tristeza tude quês recordaçon daquês barulhe de nossa que mi também m’participá moda tcheu de nôs, durante nôs criaçon derriba de bô ragoce.

E de certeaza, c’um tristeza inda más profunde d’oiobe tude escavacode sem bô bnite Praia, ondê que tava nadode naquel ága de mar limpin, ondê c’aquel pescador por nome de Morna, que tava custumá, junte ma Djindjuca Salmão gordá dia e note quês cofre de lagosta de Nhô Matijim, tava custumá contone storia dum tubarunzin morador que tude dia datardinha tava bem tê orela de Praia de Bote vesital tê qu’um dia el tive de panhal c’arpão, mode el que já tinha vrode grande, pal ca basse panhá ninguém na sê Praia de Bote.

E assim era quel vida movimentode de nôs Praia de Bote Escola de Vida, mãe de tonte geraçon que nascê, criá e vivê quel ma na el, el que sirvin de sustente e mei de cumicaçon, ponte de partida pa terra longe de quem que tive de bai espiá sê vida n’oracle, depôs daquel trar de carta e ijgar de buze de Nja Jona Tchuca betadera de sorte sem rival e de respeite.

NÔ LEMBRÁ NA SALVÁ PRAIA DE BOTE... ESCOLA DE VIDA, QUÊ EL TAMBÉM TEM UM ALMA GRANDON TAMONHE DE SÊ ILHA SONCENTE

Zizim Figuera ( José Figueira,júnior)