RÁDIO CLUB MINDELO PA RECORDAÇON - ONES 1950/1960


Já naquel tempe, de foche jönköpins sempre pronte na casa pa cendê cander e dá quel grite de"Yolanda não casa"quonde Central Elétrica de Nhô Pidrim Bunucha (Pietro Bonucci), lá perte de praça de datora, tava falhá e pô Mindelo ma sê pove tude na escure.

Nôs, dia dmingue datarde despôs ter estudode e fête nôs cosa de escola, moda tude menine, nô tava cambá Praça-Nova ba uvi múseca de banda municipal na Corête!... Que pé descolce ta passeá na roda de praça e pé calcode ta passeá derriba. Tinha té quem tava lugá cumpanher sapote pás podia passeá derriba de praça, pa um toston cada minute!...

Múseca, já no tava cstumode q'el, ma também tinha ote cosa que nôs tude tava gostá era de ba fecá deboche daquês coluna de poste de luz, ondé quês tinha instalode aquês primer alte-falante Rádio Galena de Pedro Afonso.

E cabá, n'era tude gente que tinha rádio na Soncente! Basta mi ma nha pai e um monzáda de gente tava cambá Moinho de Matos tude dia, de note volta de seis hora, pa casa de Ti Manel de Matos que tinha na épca um rádio bidjim, marca Philips, ondé que quaz tude Soncente, tava ba uvi B.B.C. de Londres ta emiti em português pa Brasil, pa podia fecá ta sabé do que tava stode ta passá na MUNDE.

Rádio Pedro Afonso, era mas nôs divertimente na dia de semana despôs de escola. Quê, dia demingue era dia de múseca na Praça-Nova e assim ca tinha uvida rádio. Ma, já na épca, tinha uns grupe de malta que tava ba animá lugar, naquês emissão de Rádio Pedro Afonso em directo, pa ligria de pove c'aquel espetacular:

- Bum...Bum...Minháu...Bum! Bum! Bum de abertura, fête pa Jorge Pedro Barbosa ma sês capangas divertide pafronta tcheu de anedota pa fazé pove arri té sinti dor de barriga, siguide daquês intervenson musical ma declamason de poema, moda :
- Gentis di pilon can homus can mudjer cancan mininus tudo ta da pitáda… ô anton :

- A mi é q'é Galo Bedjo d'esperon quebrado qui concu asa um canta magoado... lembrame nha tempo quonde mi era Galo Nobo rascon… cum tava comé midjo na bô mon…

Exe poema, fecá pa tude tempe gravode na nôs memória ma nôs coraçon, e tive grande impacte na nôs fase de adolescença, em que nôs tude sonhador dum épca romântica, nôs preocupaçon maior, era de ser bom poeta moda Jorge Barbosa, sê fidje Jorge Pedro, ô moda tude aquês otes que já nô tava conchê e que marcá um épca na vida literária de Cabo Verde, moda Eugènio Tavares, Januário Leite, Baltazar Lopes da Silva ( Osvaldo Alcantra) etc.

Rádio, sempre fui e ta cuntinuá ta ser sempre quel animason, meme assim se inda hoje já tem télévison, leitor de DVD e otes tecnica avançode. Gente, ta tem sempre falta de calor daquel voz de Rádio, sobretudo se sês programa é bem fête é sempre um bom manera de passá mensája CULTURAL!...

Gloria, ma guerra de poder, é cosa que nunca ta cabá nesse Planeta quê nô ta vivê na el, desde que Munde é Munde. Assim, bem contece na Soncente cma, despos Rádio Galena de Pedro Afonso, bem vrá Rádio Club Mindelo, ondé que trabaiaba chei de amor e devuson, nôs saudoze animador e grande amigue Ivandro Matos que dedicá quaz tude sê vida a esse Rádio, de graça sem ganhá nada.

Ivandro mas cunchide pa "Ivandrita" era animador principal, siguide pa mas otes animador moda Cuda, Luis Fonseca, Pedrosa, Zito, Dinha de Nha Concha, Luis de Quim Chavinha, Gaby e mas otes!... Na técinca de rádio ês tinha Senhor Azevedo.
Quês emisson era prop bom, e tava cstumá tem té quês emisson delirante em directo moda Karaoké que tcheu gente na plateia, pa ba assiti, espetacle de dança, cantá, pergunta / resposta e tude o que podia tem um show.

E, tude quem quisêsse tava ba inscrevê pal podia participá naquês show em directo.
Naquel mei, ta tinha sempre uns bunzim moda Siver que sê mudinha brasiler daquel épca : - é tão gostoso o seu moço a genti ter um querer a genti meche com os olhos e faz com os olhos
qui està bem!...

Siguide de mil palma e rizarada de malta busode! Ma, cuitode daquês otes que tava dá barraca na cena e que malta ca tava perdoaz! Ês, tava bai e já ca ta bem mas.

Ambiente vrá tão sabim e calorente, quê na fim era tonte pove que tava bem, pa crê entraba na Rádio bem assisti cena, ma cma lugar era piquenim, ás vez pove era obrigode a fecá na rua, sobretude quem tchegaba tarde e que otchaba Senhor Azevedo na porta, quê el, ca tava tchas entrá.

Rádio Club, sê transmisson era de poque extenson e onda ca tava ba mute longe, ma tava satifazê dritim inetresse de cidade de Mindelo e alguns zona mas perte. Ma, basta gente cambaba pa compe de Mote-Inglês ô ote zona de compe na Soncente já ca tava uvide el.

Quês emisson dvera tava corré soft e que tchegada de rádio portátil na terra, já mute gente que tivesse um na casa, tava podê escutá Radio Club Mindelo e sês locutor, moda Ivandrita que na épca já tinha um bom xperiença e era mute bom na sês crónica desportiva, na dá relate de futebol o que pove tava gostá tcheu. Sô que as vez el tava imbalá demás na sês relate

Beme na mimória grinhassim, dum vez num jogue de futebol de Taça d'África,Cab Verd contra Gambia em que nô ganhaba pa 4 a 2.Tinha cumeçode ta quei uns piguim de tchuva quaz na fim de jogue, Ivandrita que tava sabe demunde mode nôs que tava ta ganhá, imbalá na relate chei de ligria e pô ta dzê cma:

- A vitória estava certa e que no momento, estava chovendo torrencialmente no Stádio da Fontinha (Compe de Jogue)
Pove que tava ta uvil na rádio, despôs corrê ba dzel, ma el pa desculpá sê cabeça dzês, cma era pamode ligria de nôs vitória.
Na mei daquês locutor de nôs Rádio Club Mindelo que era quaz tude malta jovem, tive um que fecá na storia, pa sês "sturinha" de rádio, na mei de nôs malta de tempe de Liceu. Ma bsote esculpame de ca dzê sê nome li, quê el era nha grande amigue e cma amigue ca ta traí amigue, assim ca tem ferida ninguém na sê amizade.

Esse locutor que já tava desinrascá dritim el só, tinha um tchutchinha por nome de Zéza. Ma pai de menininha que era moda um touro, n'era mute pa quel casamintim, anton quel cuitadinha tava passá mal, ela tava levá de lote tude vez que sê pai tava panhás dejunte...

Anton, ês era ubrigode tude vez de mudá de táctica pa encontrá e xprimi cumpanher sês amor! Assim, nôs Zozimo Duarte (pseudo de locutor) grande romântique, tava dedical disque sô pa mei de mnemónicas, exemple: - do Charlutim para a Charlutinha com votos de uma noite repleta de bons sonhos e muito amor da parte do seu Zózimo Duarte!!!

Menininha, na casa tava fecá tude feliz, quê sô ela é que sabia quem era seu Zózimo. Ma um dia, Zózimo chatiode daquel situaçon de stode sô ta oiá menininha gatchode, moda el dzeme, el resolvé screvé pais de sê cretcheu um carta ta pô sês intençon na clore. Ma, cma carta fui escrite sô na FUTUR DO CONJUNTIVO: - Se vôs quizerdes... se vôs tiverdes etc...

Pais de menininha, lixode moda ês era, tive um semana, um detode na stera ta espiá na dicionário e quel ote sentode na mesa ta escrevé. Ao tude ês passá quinze dia pa respondé quel carta!... E, resposta fui um... N Ã O!!! Ma, cma tinha Rádio Club Mindelo e amor é mas forte, ês cuntinuá ta incontrá gatchode.

Exe cosinha de nada, ta sirvi bem pa mostrá importânicia de rádio na vida de gente e na sês comunicaçon desde que Munde é Munde.

Rádio Club Mindelo, na épca era bastante importante na terra, quê ês tava procurá tem socidade informode de cosa de Munde e também tava fazê tcheu actividade cultural na terra pa mei de informaçon e otes cosa.

Assim, ta tinha quês boie de fim d'one, em que tude gente tinha que levá gravata quê senon pessoal ca podia entrá. E, Senhor Azevedo, lixode moda el era tava fecá lá na porta ta guitá nôs, quê nô tava crê entrá sem gravata, o que era um afronta, quê nium de nôs sabia dá quel nô de gravata... Anton, pa desinrascá nô tinha um amigue que vrá ta fazê uns gravatinha de papel de seda bnitim, marrode um elástique pa trás, e assim no tava cunsigui entrá e passá Senhor Azevedo pau!... Eheheh!!!

Ma despôs que bem parcê Rádio Barlavento, na fins d'one 1950 cosa bem mudá tcheu, ma já pa ote dimenson e elitisme, ta trá tude quel sabor de vida popular que já no tava cstumode. E cabá, sês emisson era fête más num ciclo fetchode e ca tinha quel liberdade popular, moda tinha um vez na Rádio Club Mindelo, quê cosa mudá completamente.

Prajá, Rádio Barlavento tava fecá situode lá dente na Grémio de Praça Nova em que entrada era sô pa quem que era soce ô cuvedode. Cosa, inda tava vrá mas deficil pamode quel guarda mauzim por nome de Chagoga que tinha orda de Direçon, pa ca tchaba ninguém entrá sem passe ô orda de chefe.

Ma nôs, na nôs espirte rebelde de menine, no tava cunsigui passá Chagoga pau, e assim no tava proveitá de entrá ta corrê e bá deslizá rapte demunde naquel tobogan e baloiçá na baloice e ô tude quês ote cosa que lá dente tinha e que tava fazê cubiça de tude menine.

Na Rádio Barlavento, sê pessoal era quaz moda funcionário e direçon tava xplorá bem xplorode tcheu situaçon. Fui quês é que cumeçaba anuncio pagada pa Casas Comerciais, Disco do Ouvinte, ondê quês tava fazê um denheron na custa de pove!... Tive gente da lá que tchegá té fazê casa na cacusta!

E cabá, era naquel tempe que pove tava bá pa Lisboa naquês vapurim de C.U.F.( Companhia União Fabril) e anton, gente na terra tava proveitá de bá dedicá disque pa quel pessoa sê amigue que tivesse embarquode... Problema é que quel pessoa na borde, nem ca tava uvi quel disque, mez barco inda fundiode dente de Baía de Porto Grande! Cuitode era de quem tava gastá sê denhirim! Ma quonde bô tava dzês assim, ês tava respondê logue : - Adéche, el c'uvil ma pove uvil e fecá ta sabê!... Czê que nô podè fazê que filosofia dum pove?!

E assim, moda tude cosa na Munde na sê evoluçon na Espace e Tempe, fui fim dum épca que marcá que sodade quel despedida de nôs popular e estimode RÁDIO CLUB MINDELO, ondê que pove de Soncente tava otchá éco naquel calor sabim de sê antenna, saíde de boca na animaçon de tude sês LOCUTOR POPULAR.


Zizim Figuera (José Figueira, junior)

V O L V E R